All posts in comunicação

Como aumentar as vendas através do site?

Como aumentar as vendas através do site?

Ter um bom site é o mínimo que toda empresa precisa fazer em termos de marketing digital, afinal a internet é a maior vitrine que existe para chegar até seus clientes. Continue lendo →

A publicidade B2B é menos criativa?

publicidade b2b
Criar para a publicidade B2B (Business to Business) é mais difícil, não porque a criatividade seja menor, mas porque o espaço criativo é mais delimitado.
Primeiro, vamos entender o que move a publicidade B2C (Business to Consomer) para Continue lendo →

Reflexão sobre a importância do publicitário

importância do publicitário

 

No momento de investir em comunicação e marketing normalmente surge a dúvida: Qual a real importância do publicitário para meu negócio? Será mesmo necessário pagar por um trabalho que eu mesmo poderia fazer?

O texto a seguir nos ajuda a compreender a verdadeira importância da publicidade

Continue lendo →

Redação de e-mails profissionais eficientes

Escrever e-mails que cumpram com seus objetivos de comunicação dentro das corporações não é tarefa tão banal quanto se pensa. Para disputar espaço com as centenas de mensagens eletrônicas que lotam nossas caixas postais diariamente, as mensagens corporativas devem receber atenção especial a fim de funcionarem de forma eficaz.

Portanto aí vão algumas dicas:

1- Em primeiro lugar diferencie situações formais das informais. Em um e-mail corporativo deve-se manter um mínimo de formalidade, ainda que se tenha bastante intimidade com o destinatário, pois em situações de negócios, as pessoas normalmente esperam uma resposta formal.

2- Devido ao enorme número de mensagens recebidas diariamente, temos a tendência de fazer uma varredura para deletar aquilo que não nos interessa. Para que sua mensagem não seja deletada por engano, muita atenção com o campo “assunto”. Lembre-se que a sua mensagem não é a única na caixa de entrada do destinatário e o campo “assunto” poderá decidir a prioridade em que sua mensagem será lida, ou até mesmo, se será lida. Portanto, defina o que você deseja comunicar em pouquíssimas palavras de forma relevante. Jamais deixe o campo assunto em branco, pois o destinatário poderá deixar de abrir sua mensagem por não saber do que se trata.

3- Mantenha foco no assunto em questão, se tiver mais de um assunto a ser tratado escreva um parágrafo introdutório citando todos os pontos que serão comentados, ou prefira enviar e-mails separados para cada assunto.

4- Utilize um padrão visual e ortográfico adequado para e-mails profissionais escrevendo de forma clara e objetiva sem a utilização de gírias e abreviações desnecessárias (jamais utilize o famoso “internetês”)

5- Utilize recursos como negritar ou sublinhar palavras ou frases importantes para facilitar a indexação do conteúdo, porém não escreva o texto todo em letras maiúsculas. Na Internet é uma falta de educação mandar e-mails com letras MAIÚSCULAS, isso equivale a gritar.

6- Revise seu texto ou passe um corretor ortográfico antes de enviá-lo para eliminar possíveis erros ortográficos;

7- Não escreva e-mails muito longos, isso cansa o destinatário que provavelmente nem lerá todo o conteúdo, o ideal é no máximo 25 linhas, evite os anexos, principalmente os pesados que possam congestionar a caixa de entrada do destinatário. Caso eles sejam necessários, combine com quem deve recebê-los a forma mais conveniente para enviar.

8- Identifique-se claramente, principalmente, num primeiro contato. Em e-mails corporativos é essencial a utilização de uma assinatura padronizada que inclua todos os dados necessários para contato, tais como, endereço de site, telefone, etc.

9- Jamais envie profissionalmente e-mails do tipo corrente; não envie propaganda não solicitada (isso é spam); e não retransmita newsletter ou notícias sem o consentimento do destinatário, principalmente se for de um grupo de discussão.

10- Para mandar um e-mail para mais de uma pessoa, prefira o campo CCO (com cópia oculta), evitando expor o endereço eletrônico dos demais destinatários. E saiba como utilizar corretamente o recurso “responder a todos” evitando que outras pessoas participem indevidamente de conversas privadas.

11- Saiba controlar a ansiedade. Se o assunto for muito urgente prefira usar o telefone. Os prazos de respostas para e-mails deverão ser de até 24 horas, respeitando o calendário de dias úteis.

O e-mail corporativo é muito importante quando há necessidade de deixar a conversa registrada. Ele é um documento, portanto trate-o como tal.

Ação de marketing bem sucedida

A Vivo realizou no Maracanã uma ação de marketing chamada Eu Vivo a Seleção.

O evento foi um sucesso reunindo mais de 40 mil pessoas que foram convidadas apenas através de redes sociais e site da Vivo.
A proposta, segundo Cris Duclos – diretora de comunicação da Vivo – foi reunir um grande número de pessoas para formar mensagens de incentivo para a Seleção Brasileira com as luzes dos celulares.
O evento contou com uma equipe de 150 pessoas para organização, entre a quais o apresentador Luciano Huck que comandou a galera.
Para quem não acredita no poder das redes sociais como instrumento de marketing corporativo, este é um bom exemplo da força destas mídias.
Não deixe de conferir todos os detalhes dos bastidores dessa super ação de incentivo no site: http://www.avesso.com.br/

A persuasão na comunicação

Persuasão não é uma técnica de lavagem cerebral, mas é a manipulação da mente humana sem que se tenha consciência do que causou uma mudança de opinião.

A diferença entre persuasão e o convencimento é que a persuasão apela para a vontade e a emoção, enquanto que o convencimento apela à inteligência e a razão.
A base da persuasão encontra-se no acesso à parte direita do cérebro que é ligada à criatividade e imaginação. Como a metade esquerda do cérebro é analítica e racional, a idéia é desviar a atenção do cérebro mantendo o lado esquerdo ocupado.
Uma das técnicas para distrair o lado esquerdo do cérebro, muito usada por políticos e advogados é chamada de “apertar o laço”.
Através de um discurso, o indivíduo lança perguntas cuja resposta é SIM. Em seguida coloca argumentos que favoreçam a opinião da platéia a seu favor. Por último vem a sugestão de uma ação alinhada com a opinião do orador. Uma vez que a platéia esteve concordando com a opinião do orador, fica fácil de ser persuadida a aceitar a sugestão.
Veja um exemplo:

“Senhoras e senhores: vocês estão indignados com os altos preços dos alimentos? Vocês estão cansados dos astronômicos preços dos combustíveis? Estão doentes com a falta de controle da inflação? Bem, vocês sabem que o Outro Partido permitiu uma inflação de 18 por cento no ano passado; vocês sabem que o crime aumentou 50 por cento por todo o país nos últimos 12 meses, e vocês sabem que seu cheque de pagamento dificilmente vem cobrindo os seus gastos. Bem, a solução destes problemas é me eleger na próxima eleição” – John Jones, candidato ao Senado dos EUA
Testes recentes feitos pelo pesquisador Herbert Krugman mostraram que enquanto as pessoas assistem à TV, a atividade da parte direita do cérebro excede em número a atividade do lado esquerdo em uma relação de dois para um. Colocando de maneira mais simples, as pessoas estão em um estado alterado… e muito fáceis de persuadir…
Um texto persuasivo busca sensibilizar o lado emocional de seu público alvo, isso explica porque os anúncios exploram tanto as emoções.

Um termo que tem alto poder de persuasão, tanto na linguagem escrita como verbal, é a palavra imaginação. Derivada da palavra imagem, significa criar uma imagem na mente. Ela está entre as palavras mais persuasivas do mundo.
Para comprovar faça o teste a seguir:
Imagine uma praia com o mar tranquilo num dia de sol.
Conseguiu? Ótimo!
Agora tente o seguinte:
Não imagine uma bicicleta num lindo gramado de uma praça.
Conseguiu não pensar na bicicleta? Claro que não.
Isso acontece porque quando falamos ou lemos a palavra “imagine” nossa mente entende o comando como a visão do objeto. Antes de se materializar todas as coisas são criadas primeiramente em nossas mentes.
Novamente estamos lidando com o lado direito do cérebro.

Outra forma de reforçar a persuasão é através dos Comandos Embutidos. Pesquisadores têm mostrado que os movimentos realizados com a mão esquerda ativam o lado direito do cérebro, por isso o orador pode estar dizendo uma coisa e através dos movimentos de sua mão pode estar tentando obter uma determinada resposta através da persuasão. Aqui, entramos na área da Neurolinguística com a influência da linguagem corporal na transmissão de uma mensagem.
Mas isso é assunto para outro post.

Devassa, mas nem tanto…

Desenvolver estratégias criativas para campanhas de comunicação e marketing pode garantir grande parte do sucesso destas campanhas.
Recentemente a Cervejaria Schincariol colocou no ar a campanha publicitária para o lançamento da Cerveja Devassa com a participação da atriz Paris Hilton, que foi suspensa logo em seguida pelo CONAR por considerá-la sexista e apelativa. 
Porém, a proibição gerou mais auê do que os próprios comerciais.

Até o momento já foram registrados mais de 400.000 acessos à versão original do comercial no You Tub.

Aí vem a pergunta: Será que ter a campanha proibida pelo CONAR não fazia parte da estratégia de marketing da Schin?
Num país famoso pelo carnaval, onde as mulheres são “expostas” quase nuas na “vitrine do sambódromo”, que já teve 10 BBB sugerindo relacionamentos fáceis e superficiais, dizer que só a campanha desta cerveja desrespeita a figura feminina e incita ao sexo é brincadeira!
Além do mais, o que se pode esperar de um comercial para uma cerveja cujo nome é DEVASSA?
Mas não tem problema, encontramos a solução para a Schin…==> clic na imagem ao lado para ampliá-la.

Aviso: As marcas e slogans usados neste post são utilizados para mera ilustração e fins informativos e pertencem a seus respectivos proprietários. O editor deste blog não tem propriedade sobre elas e nem as subsidia.

Foque no seu talento

Não desperdice seu talento fazendo o trabalho para o qual você está pagando para que seja feito.
Certamente você tem atividades demais para ter que cuidar também do duelo travado com seus concorrentes pela participação de mercado.
Como afirma Julio Ribeiro em seu livro Fazer Acontecer:
Se você pretende ganhar um duelo, comece por comprar um bom revólver.
Procure profissionais competentes mesmo que tenha que pagar um pouco mais caro.
No fim a qualidade acaba compensando o investimento.
80% do investimento em propaganda são custos de veiculação. Só 20% corresponde a criação. Os veículos não dão desconto pela má qualidade da propaganda. Isso quer dizer que, se você fizer um anúncio ruim, paga o mesmo preço para veicular que pagaria por um anúncio bom, com resultados completamente diferentes.
Mas não basta recorrer à serviços especializados, se ainda assim queremos continuar centralizando as atividades em nossas mãos.
Novamente como cita Julio Ribeiro – Ao se contratar o serviço de um profissional especializado em comunicação, o que se tem que esperar é um parceiro capaz. Capaz de descobrir os caminhos mais eficientes para realizar os objetivos da empresa. Mas parceria pressupõe igualdade.
A parceria exige participação na responsabilidade. Exige aceitação e respeito quanto à validade da opinião de cada uma das partes.
Os melhores trabalhos são a somatória das inteligências que dele participaram.
Em outras palavras, os melhores trabalhos são aqueles que agregam as competências do especialista em comunicação (MKT e Publicidade) e do especialista no negócio (Cliente).

Identidade Corporativa – Por onde começar?

Muitas pessoas acreditam que o desenvolvimento da identidade de uma empresa se resume na criação de um logotipo, e pronto. O que é um enorme erro.
A identidade corporativa é um conceito muito mais abrangente do que a imagem passada por um logotipo. Este é apenas a ponta do iceberg no que se refere à construção da imagem corporativa no mercado. Além dele, fazem parte deste processo: a criação e padronização de todos os materiais impressos e de papelaria, a identificação visual da fachada e dos ambientes internos da empresa, a personalização da frota e dos uniformes dos funcionários, além de todo material utilizado na divulgação da empresa nos mais variados tipos de mídia. Onde o mais importante é integrar todos estes materiais dentro de uma mesma linguagem, criando uma unidade entre eles. É o que chamamos de arquitetura da marca.
Veja abaixo alguns bons exemplos, desenvolvidos pela Agência de Comunicação  Top Asiole , do que vem a ser este mix de materiais seguindo uma padronização :

………………………………………………………………………

……………………………………………………………………..

 

……………………………………………………………………….
Porém é importante lembrar a comunicação é que viabiliza a construção da identidade corporativa, e permite que as organizações gerem no ambiente externo uma imagem institucional coerente e competitiva.
Aqui entra em cena uma habilidade extremamente importante para a construção da marca: Brand Governance.
É a capacidade de projetar e sustentar no mercado, uma imagem sólida e diferenciada capaz de identificar e destacar a empresa diante da concorrência.
É lógico, portanto, concluir que somente através da comunicação estratégica e eficiente da identidade, forma-se uma imagem verdadeira na mente do seu público.
Aí eu lhe pergunto quem deveria fazer este trabalho?
(   ) As pessoas de diferentes áreas tratando da comunicação da empresa, cada uma com sua visão?
(   ) Diversos fornecedores contratados, cada qual para desenvolver um material específico com linguagens e estratégias diferentes?
Parece óbvio que NENHUMA das respostas estejam corretas, não é? Mas é o que mais acontece…
Com certeza deveria ser um profissional ou uma empresa especializada em comunicação integrada …